O Grupo de Eletroquímica começou a ser implantado em 1973. Desde então o Grupo tem dado uma contribuição efetiva ao desenvolvimento científico e tecnológico do país através da formação de recursos humanos qualificados e do desenvolvimento de pesquisas básicas e aplicadas em áreas de fronteira, especialmente aquelas ligadas à proteção do meio ambiente e aos processos de conversão eletroquímica de energia em células a combustível e em baterias níquel-hidreto.

Atualmente o Grupo é formado por 4 docentes e 5 assistentes de pesquisa especializados, além de abrigar um número médio aproximado de 5 pós-doutorandos, 40 alunos de pós-graduação e 10 de iniciação científica.

Anualmente o Grupo tem formado cerca de 10 pós-graduandos (mestres e doutores), além de serem publicados ao redor de 120 trabalhos em revistas nacionais e internacionais.

Ver a imagem de origem
https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/8/86/Fuel_cell_PT.svg/2000px-Fuel_cell_PT.svg.png
Ver a imagem de origem
http://static2.businessinsider.com/image/534faa426da8119f39f1c955/how-a-fuel-cell-car-works.jpg

Ver a imagem de origem

https://static.weg.net/news/notice-US-0124/Dois-onibus-com-tracao-eletrica-WEG-na-Rio-20_noticia_detalhe_w_0000.jpg